Avisos do mês


Abril 2019

  • Dias 22 a 24 de Abril (19h): Celebração da Palavra com Comunhão Eucarística.
  • Dia 23: Início do terceiro trimestre da catequese paroquial.
  • Dia 26 (18h): “Via Lucis” (Via Sacra da Luz ou da Ressurreição).
  • Dia 27:
    • Às 15h: SISIC – 2.ª sessão introdutória dos sacramentos da iniciação cristã (2.º e 3.º ano do catecumenado dos adolescentes).
    • Às 16h: Reunião de representantes das Obras e Movimentos paroquiais para preparação da procissão de Sábado (4 de Maio) em honra de Nossa Senhora da Boa Nova, padroeira da comunidade.

Boletins P.

Horários

  • 3ª a 6ª feira
  • 9h30 - 12h
    17h - 20h
  • Sábado
  • 9h30 - 12h
    15h - 19h
  • 3ª e 6ª feira
  • 18h00
  • 5ª feira
  • 18h00
  • 6ª feira
  • 18h45
  • 3ª a Sábado
  • 19h00
  • Domingo
  • 11h00
  • 9h30

Pe. Naia

Meditação

As primeiras testemuhas da ressurreição de Jesus foram as mulheres. E perguntamo-nos porquê. Talvez a razão seja a mais prosaica: porque não largavam o sepulcro. Tinham necessidade de chorar aquela morte, de mergulhar no abismo daquele luto, de ungir demoradamente com perfumes uma memória cuja interrupção não suportariam. Elas cuidaram de Jesus na vida e na morte, sentindo que nada tinham a perder.

Se rolassem uma pedra sobre o que tinham vivido com Jesus, então sim, perder-se-iam a si mesmas. Preferiam, por isso, estar por ali, dizendo com os seus gestos: "Acompanhamos-te; morremos contigo.» E faziam isso sem medo, arriscando-se.

É um exercício humano e radical, o destas mulheres, mas é desse modo que nos ensinam que quem permanece a cuidar até ao fim é o primeiro a testemunhar o mistério da Ressurreição.

Só se nos colocarmos na fronteira do amor, na disponibilidade o cuidado e do serviço, só se perdermos o medo de amar seremos testemunhas do milagre de Deus.

Por agora, os nossos olhos vêem, como inicialmente os olhos delas, apenas o abrupto vazio. Esbarram no silêncio. Vão dolorosamente, como pássaros cegos, de encontro à parede de vidro de uma ausência. A Páscoa pede, no entanto, a cada um que, dessa maneira, aprenda a acreditar.

Padre Tolentino Mendonça

Vai acontecer

Nada para breve...